quinta-feira, setembro 29, 2005


Um intelectualóide gosta de Paul Klee, como atesta a imagem. Sua testa é que é proeminente, não tem nada a ver com a triste mente que possui. Sua erudição é falha, e o tempo todo precisa usar um aparelho de erudição na orelha esquerda. Os conhecimentos de tal criatura são tão profundos quanto a piscininha das crianças, e os horizontes de seu conhecimento são tão vastos como os vistos do fundo de um poço. Pra completar, o capital de seu cabedal não encheria um pequeno dedal.

Perante forma de tal vulto e pança, só nos resta encomendar uma pajelança, para espantar os vetustos ares de pérfida pátina que recobre finamente a pele do parvo. Aparentando sofisticação e cultura, na verdade arrota as palavras dos outros, que ainda por cima são deturpadas e escangalhadas pela estrada de piçarra esburacada que elas têm de percorrer dentro daquilo que ele chama de mente.

É tão incompetente que quando for indicado ao Nobel da Obviedade, mesmo asism ele chegará por último, quase próximo de uma idéia original. Se algum dia descobrir uma estrela nova, ela rapidamente virará uma Supernova e será descoberta por outro. Na remota possibilidade de vir a descobrir uma nova espécie de lemingue, este se suicidará antes de sair o artigo na National Geographic.

Duro, sovina, arrogante, pedante e torcedor do Itapebussu; o mandrião deveria recolher-se à sua insignificância, enrolando-se tal qual um eremita em sua concha da vergonha. Atirado ao mar tal qual o bicho Manjaléu; faria um bem ao oceano Pacífico se ficasse bem quietinho, curtinho sua fossa das Marianas, vivendo à Krakatoa e de Papua pro ar.

1 Comments:

Anonymous ollie said...

Comentário em partes:

a) Disse C.B.: "Intelectual é o sujeito que diz algo simples de uma forma muito complicada, artista é o que diz algo complicado de uma forma muito simples". Digo eu: Klee é foda.

b) Contra toda sorte de lemingues há um botão mágico chamado "armageddon", é só pressioná-lo.

c) De fossa das Marianas eu entendo, e não desejo a ninguém esse cruel destino. Valei-me, rei dos pombos!

Bom basta, agora vou ali fritar um ovo. Até.

3:16 AM  

Postar um comentário

<< Home