quarta-feira, dezembro 20, 2006

A montagem da HQ

Os autores trabalhando!



A montagem da HQ sobre a Revolta da Chibata segue rápida. Enviamos uma parte dos desenhos para a Conrad e no comecinho de janeiro, entregaremos os quatro capítulos restantes, de números 6, 7, 8 e 9 concluídos.

Essa semana deve sair uma nota no jornal O Povo, daqui de Fortaleza, sobre a HQ. Faz parte da nossa divulgação prévia, tipo um teaser, para aguardar enquanto o livro não é impresso. Quando sair a nota eu divulgo aqui, ok?

Segue nosso release sobre o tema, já divulgado anteriormente pelo Blog dos Quadrinhos, saca só:

--------------------------------------- - - - -

Algumas histórias nos parecem estranhamente familiares. Quando se ouve falar em "Revolta da Chibata", a grande maioria tem vagas lembranças de aulas de história. Uma revolta de marinheiros, contra a chibata, que era a forma de punição utilizada nos navios e, finalmente, foi vitoriosa na abolição dessa prática.

Tem muito mais aí, porém, do que o currículo escolar alcança. Existiam maquinações políticas, tensões raciais e de classe – heranças dos tempos do império – e muitos outros motivos, além dos castigos corporais, que circulavam ao redor dessa crise, e fizeram os marujos se revoltarem contra a mesma marinha que juraram defender com a própria vida. Mas o que realmente aconteceu naqueles navios de guerra, durante as últimas semanas de 1910?

E especialmente: como João Cândido, um marinheiro pobre e negro, filho de escravos libertos, ascendeu ao comando do encouraçado Minas Gerais, na época o maior navio de guerra do mundo?

Tudo circula ao redor da figura do homem que recebeu da boca do povo o título de almirante negro. Acompanhando a vida desta figura excluída, censurada, sobre a qual não se podia falar, é que navegamos através de sete décadas, mostrando a sina daqueles que ousaram lutar pela causa da liberdade.

Mesclando dados biográficos, história da época, e narrativa ficcional, o livro que apresentamos (ainda sem título definido no momento), trata de resgatar a memória de um herói nacional, imperfeito, mas nem por isso menor, e apresenta a história de sua vida e seu tempo para os que não a conhecem.

"Graphic novel", em nove capítulos, preto-e-branco, 198 páginas. Arte de Hemeterio. Roteiro de Olinto Gadelha. Será publicado pela Editora Conrad, em meados de 2007.

Hemeterio, http://oiretemeh.blogspot.com

Olinto, http://www.ollie.com.br

7 Comments:

Anonymous Camila =3 said...

Nossa , que massa! Desejo todo o sucesso para sua HQ!!! Eu tbm estou desenando quadrinhos! \O/ Na próxima bienal, ai sim terei quadrinhos a mostrar!!!Boas festas! E tudo de bom pra vc!!!^^

6:32 PM  
Blogger Hemeterio said...

Camila!

Saudade, menina!

Teus desenhos são muito bons e a HQ vai ser um sucesso. Tudo de bom também e feliz 2007!

7:02 PM  
Blogger Jefferson Digital Book said...

Poorra, não aguento mais esperar. haha
minha idéia é comprar dois, um para abrir e folear e o outro pra não abrir (pelo menos não nesse século) haha

9:07 PM  
Blogger Hemeterio said...

Jefferson, taí uma boa idéia! Quanto à demora, o mais ansioso no pedaço sou eu mesmo, não vejo a hora do bicho ser impresso. Brigado, véio!

2:23 AM  
Anonymous Tino Freitas said...

MAchucado... esta graphic vai ser da Chibata (que frase mais sem graça, mas foi a única que consegui pensar por aqui)... dê meus parabéns ao Olinto e já estou ansioso para colocar os exemplares ao lado da minha coleção do Sin City!!! Beijundas brasilienses sem os 91% de aumento. Feliz natal!!! Cuidado com o peru!!!

5:39 AM  
Anonymous tarso bessa said...

Gostei da brincadeira da foto. Hehehe. Ficou bem engraçado.

Não tenho certeza, mas acho que tinha um olinto que estudava na "unifas", andava com uma blusa dos beatles direto e de vez em quando falava no oasis. Hehehe.

Acho que é mesmo o mesmo. Definitely, o mundo é uma bila.

9:39 PM  
Blogger Andre Dib said...

Muito legal a notícia! To escrevendo uma matéria sobre quadrinhos e história brasileira, por favor, me mande seus contatos para o email andrehdib@gmail.com

Valeu!

10:42 PM  

Postar um comentário

<< Home