terça-feira, janeiro 30, 2007

Arte Cinética

Pense num artista. Ajustei o obturador da máquina para o módulo noturno e deixei a câmera balançar à vontade, pendente pelo cordãozinho de punho. O resultado foram essa belas abstrações ( pelo menos eu acho! ) que fariam a inveja de um Pollock ou a um borra-telas qualquer.



3 Comments:

Anonymous Bea said...

ah, ficaram lindas! mas vc deveria dizer que foi proposital, que vc estava olhando pela lente e esperou o momento exato pra clicar q assim vc ganha dinheiro :oP

p.s.: sou estudante de arquitetura e adorei a casinha cilíndrica, viu? fiquei curiosa com a fachada, faz aí.. xD

7:21 PM  
Blogger Edge said...

lonbrigas digitais legais :)

9:04 PM  
Blogger Hemeterio said...

Bea, seu pedido é uma ordem, já tá lá.

Edge, é mesmo, posso intitular a obra como: "olhar de um ébrio sobre a avenida paulista", iria vender horrores.

3:46 PM  

Postar um comentário

<< Home