quarta-feira, março 26, 2008


The Hemetimes

nº4

Extra! Novo Hemetimes no pedaço! Taí num formato bom pra imprimir, caso você queira sair por aí posando de intelectual. Pra encaixar um no outro, nada mais simples. É só imprimir ab no verso de ba e cd no verso de dc. Dobre as folhas e encaixe uma na outra conforme a numeração de página. Achou difícil? Pois até mesmo Sthephen Hawking, com as mãos atadas, poderia montar um!

Espalhe alguns exemplares: na sua creche, na reunião do AA, na audiência com o ex-marido, atire alguns pela janela do carro! Ajude o mundo a ser um lugar menos limpo!

Para ler o Hemetimes já sabe, né?
É só clicar na figura para ampliar.

ab


ba


cd


dc

6 Comments:

Blogger Edge said...

bacana!
agora lembrei do planeta diário, lembra? e da mad que a gente tinha que dobrar a ultima pagina.

6:03 PM  
Blogger Hemeterio said...

Si, si, bons tempos! Nessa época eu lia a Animal, Chiclete com banana e Piratas do Tietê. E quando pintava uma, a Heavy Metal.

6:10 PM  
Blogger Zarastruta said...

Hemé,

Este é o melhor Hemetimes ever. Se você fosse do eixo Rio-Sampa sua situação seria outra. Eixo Fortaleza-São Luis não está dando muito retorno.

5:48 PM  
Blogger Hemeterio said...

Também acho, Z! Vamos ver o que acontece em 2008.

--------------------


Belchior
Pequeno Mapa do Tempo


Eu tenho medo e medo está por fora
O medo anda por dentro do meu coração
Eu tenho medo de que chegue a hora
Em que eu precise entrar no avião
Eu tenho medo de abrir a porta
Que dá pro sertão da minha solidão
Apertar o botão: cidade morta
Placa torta indicando a contramão
Faca de ponta e meu punhal que corta
E o fantasma escondido no porão
Medo, medo. Medo, medo, medo, medo
Eu tenho medo de Belo Horizonte
Eu tenho medo de Minas Gerais
Eu tenho medo que Natal Vitória
Eu tenho medo Goiânia Goiás
Eu tenho medo Salvador Bahia
Eu tenho medo Belém do Pará
Eu tenho medo Pai, Filho, Espírito Santo São Paulo
Eu tenho medo eu tenho C eu digo A
Eu tenho medo um Rio, um Porto Alegre, um Recife
Eu tenho medo Paraíba, medo Paranapá
Eu tenho medo estrela do norte, paixão, morte é certeza
Medo Fortaleza, medo Ceará
Medo, medo. Medo, medo, medo, medo
Eu tenho medo e já aconteceu
Eu tenho medo e inda está por vir
Morre o meu medo e isto não é segredo
Eu mando buscar outro lá no Piauí
Medo, o meu boi morreu, o que será de mim?
Manda buscar outro, maninha, lá no Piauí

6:08 PM  
Blogger Tarso Bessa said...

Caprichadão. Bom demais.

"Extra, Extra, saiu o Hemetimes nº 4, passe já nas ancas."

9:13 PM  
Blogger Hemeterio said...

Tarso, boa, gostei! O jornal podia ser mais interativo e fazer alguns concursos com os leitores, vou ver o que dá pra bolar.

4:29 AM  

Postar um comentário

<< Home