quinta-feira, outubro 09, 2008

30 anos depois

Querem saber? Nunca mais fiz um desenho tão legal e bonito quanto esse do Super, em 1979. Eu tinha oito anos, tinha recém visto o filme Superman I no cinema e estava completamente fissurado. Na verdade, nem tanto, eu ainda tinha certa noção da realidade. Muito pivetes, meus contemporâneos, se atiraram de varandas com lençois atados ao pescoço, à guisa de capa. Bom, que tal o desenho?

Toda criança sabe desenhar, o problema é que vai crescendo, crescendo, aí o mundo vai tolhendo as aptidões. Ah, essa perna tá muito grande. Mulher não tem cabelo verde. Deixa de rabiscar essas besteiras e vai estudar, menino! E por aí vai. Eu tive muita sorte!

Ah! E como será que eu tenho guardado um desenho por trinta anos? Bom, minha mãe encadernou alguns desenhos meus e fez um álbum, com mais de 40 desenhos, todos feitos entre 1978 e 1980, acho. Classe, não? Beijo, mamãe! :-)

10 Comments:

Blogger Tarso Bessa said...

Muito bom Hemeterio!

Nem hoje consigo desenhar assim. :)

Achei massa a representação do ladrão, com uma venda nos olhos, clássica.

"Geladeira Consul"! Hehehe...

Você não mudou quase nada!

6:15 PM  
Blogger Zarastruta said...

Heme',

Isto e' mais ou menos como eu desenhava com 8 anos. O problema e' que a coisa nao evoluiu muito no meu caso. Aproveita que puxou o assunto e explica para nos mortais como vc desenvolveu sua aptidao.

6:15 PM  
Blogger Hemeterio said...

Well, the table is on the book... (tradução simultânea: eu só transformei o que era brincadeira em profissão. Todos nós começamos assim. O garoto é bom em natação, aí os pais colocam numa escolinha. O mesmo vale pro futebol, vôlei e tal. No meu caso, canalizou pro desenho, mas eu tenho certeza que se minha `vocação` fosse a música, digamos, a mamãe teria feito de tudo pra comprar uma guitarrinha pra mim. Eu tive sorte, porque desenhar é barato :-) e além disso, tudo o que eu fazia eu recebia mais de volta em elogios. Aí, o monstro inflou.

Ah! Ter um desenho exposto, no programa de TV do Daniel Azulay também ajuda muito a decidir o que se vai ser pro resto da vida, viu? Re re re.

Rod, pergunta difícil...

Pros desenhistas e escritores, acho que uma certa personalidade introspctiva ajuda. É o meu caso. É muito chato e solitário desenhar e escrever. tEm que ficar quieto um tempo, enquanto as outras atividades dos meninos são sempre agregadoras, como jogar bola e tal. Até hoje, NUNCA marquei um gol. Isso diz muito.

Ah, sei lá, ajudei? ). Thank you for ask.

6:36 PM  
Blogger Edge said...

- seu Amadeus, como faço pra tocar bem como o senhor?
- Bom, voce tem que dissociar completamente o movimento das duas mãos, absoluto controle dos movimentos, ter um ótimo ouvido, ter uma ótima visão periférica, saber ler partitura, e compor alguma sinfonia..isso tudo aos 9 anos de idade.
- como aos 9 anos de idade ? ninguem nunca ensinou isso.
- não, mas em compensacao eu nunca precisei perguntar a ninguem como tocar bem.


(é algo assim né Hemet)

1:06 AM  
Anonymous Michel said...

Já "falaram" tudo. Droga. Não vou comentar. Ei, isso é um comentário. Muito bom!

4:19 AM  
Anonymous Michel said...

Posso colocar como wallpaper? ;-)

4:26 AM  
Blogger Hemeterio said...

Edge, é por aí, é chato admitir, re re re. Quando tu resolveu morar fora há dez anos (!) também não teve que perguntar, pros Edges de então como é que fazia pra viajar. vai lá e faz, né não?

Michel, claro que sim, uai! Que bom que gostou dos garranchos do jovem Gandalf.

5:29 AM  
Anonymous Suderland said...

Massa H., muito bom mesmo!

É como você disse, "Todos nós começamos assim". Também fazia meus desenhos, fazia inclusive historinhas. :)

Eu desenhei dos 5 aos 7 anos, é que aos 7 eu tentei desenhar o Zico e as proporções não saíram legais, me frustrei e abandonei os desenhos por uns anos, até que as HQs do Aranha, no início da adolescência, me fizeram voltar a desenhar. E até que fazia sucesso no colégio, me chamavam para participar de gincanas e desenhar trabalhos, mas parou por ai... :(

Mas um dia farei minha HQ! Nem que seja só UMA. rsrsrs

"Desenhar" é preciso, viver não é preciso! :)

6:50 AM  
Blogger Haron said...

Hemé, achei massa o desenho. O ladrão com bigode mexicano tá show de bola. E o tiro que ricocheteou na super-piroca?!!! Sensacional!
Como todo bom garoto também fiz meus rabiscos. Não tive um desenho meu no programa do Daniel Azulay, mas ganhei um concurso da Mesbla com um desenho do Pateta, Pato Donald e do Mickey. O prêmio era qq coisa da seção de brinquedos. Eu doido pelo autorama, mas como eu não pude pegar o prêmio, o teu amigo Adriano escolheu um video-game pra mim. Raios...alguns anos gastos de terapia por causa disso!!!

9:33 AM  
Blogger Gabriel Renner said...

muito legal a senhora sua mae!! e o desenho tá otimo, o rosto forte e o peito musculoso de supermam ficaram otimos

7:18 PM  

Postar um comentário

<< Home