sexta-feira, maio 15, 2009

OASISTORIES

"Pra pedir silêncio eu berro", como diria Rita Jones, é uma contradição perfeita e bem humorada. E o que dizer dessa clássica proibição ranzinza, garimpada na memorável viagem a Curitiba?



Reparem que tal qual camadas geológicas, a sobreposição do chapisco preservou a pichação do esquecimento. E quem sabe, poupou o autor do delito de outra infração, ja que uma segunda pintura sobre o muro - no qual, afinal, é proibido pintar -, seria reincidência! Perfeito! É um jurista com pendores artísticos!