segunda-feira, março 30, 2009

O Brasil de Donald e Homer


Meu amigo Alexandre Aires vai lançar seu livro sexta-feira, dia 3 de abril. O Brasil de Donald e Homer traça um paralelo entre duas visões distintas do Brasil. A primeira, sob a política da boa vizinhança da Disney/White House/Ditadura Vargas e a outra, os esculhambados anos 90 com Simpsons e sua deliciosa anarquia. O texto é divertido e minucioso. Um trabalho inédito que vai dar o que falar.
Participei com vinte desenhos pro miolo e a arte da capa, o resultado ficou muito bom, acho eu.

Estarei por lá também. Quem quiser me conhecer ou simplesmente, entregar ordens judiciais, fique à vontade! Nos vemos lá!

segunda-feira, março 23, 2009

Concorrência desleal

Assim não dá, se o Alex Ross tá pegando trabalho aqui em Fortaleza, eu tô lascado. Vou plantar chuchu na serra que é melhor.

sábado, março 21, 2009

Green grows, parte 4

Desde a limpa de Carajás, não se via crime ambiental tão solerte. Podaram insensatamente minhas três árvores aqui da calçada. Isso foi em junho de 2008. A cada três meses, mais ou mensos o tempo de duração de uma estação do ano, venho registrando a recuperação delas. A foto atual é deste mês de março. A recuperação é impressionante, mas nunca mais - pelo menos no meu tempo de vida - elas terão o porte anterior. Maldita raça humana.

quinta-feira, março 19, 2009

Livro novo

O livro novo toma forma. Até agora, são 160 desenhos, duas pastas de arquivo cheias. E ainda faltam mais 40 desenhos pra terminar tudo. Vou dar uma pausa de uma semana e retomar o trabalho no final de março.



Gosto de rever a pilha de desenhos de vez em quando. É o orgulho da lavadeira, ao terminar de bater roupa no rio e constatar aquela trouxa de roupa limpa: um trabalho bem feito que fez o dia valer a pena. No meu caso, os desenhos não retornarão a serem cueiros sujos. Publicados, durarão tanto quanto o papel em que foram impressos, ou o quanto as pessoas tratarão bem o livro. Saúde!

quarta-feira, março 18, 2009

Pausa indefinida aqui no blog. Mas continuo vendo os comentários e acessos, fiquem à vontade. Não vou sumir, no entanto. Tô aqui no www.twitter.com/hemeterio com atualizações diárias e novidades sobre o progresso do livro novo. Nos vemos por aí, obrigadão.

quinta-feira, março 12, 2009

LESBIANISMO JÁ! ><


terça-feira, março 10, 2009

Nova Ordem Mundial






domingo, março 08, 2009

Le Fantoche

Depois do fracasso retumbante da fantasia do babau, resolvi adotar uma política de low profile. Meias, bolinhas de isopor e papel, pronto. Fiz um fantoche de tudo isso e o Tutu se amarrou. Tremei again, mr. Maker.

quarta-feira, março 04, 2009

Mr. Kovacs


Esse aí é o desenho 149, para o livro novo que eu tô fazendo. Obviamente, a piada do desenho está no arranjo dos pigmentos da máscara do Rorschach então, coloquei outros aleatoriamente só pra vocês darem uma olhada. E aí? o que voces veem?

Tive a grata surpresa de receber um telefonema do Ilo Aguiar, perguntando se eu não topava gravar um batepapo. Uai, claro que sim. Falamos sobre minha trajetória (parabólica, direto pro fundo), os desenhos e tudo o mais. Além, é claro, da HQ Chibata!

O resultado você confere no blog dele. Desculpem qualquer coisa pelo meu grasnar de pato.

Obrigadão, Ilo, pelo espaço!

terça-feira, março 03, 2009

Larica Total dos (mais) pobres

O programa Larica Total, no Canal Brasil, é um sucesso. Inspirado em sua culinária de guerra, resolvi fazer também minha receita de improviso. Os ingredientes são simples e esse forrabucho pode não agradar os olhos, mas a barrigona nem liga. Ronc!


O único luxo relativo são champignons. O restante, carne acebolada, filé medalhão, azeitonas, cebola, batatas, cenoura, queijo ralado e leite em pó são lugar comum nos supermercados. Invente o que quiser que é moleza, vai fundo.


Corte os legumes sem se preocupar com a casca e lavagens. Depois de alguns minutos no microondas, nem extremófilos abissais resistiriam ao calor. Além disso, você não tem tempo. Isso é uma culinária para machos, e homem que é homem não tem tempo de lavar folhinha por folhinha da acelga.


Coloque tudo numa cumbuca própria para microondas e deixe em 3 turnos de 4 minutos. Se deixar 12 minutos direto, a batata pega fogo e aí... bem, é merda na certa. Vai por mim, eu sei:-P


Depois de dois turnos no microondas, acrescente o queijo ralado e o leite em pó. Amasse tudo com uma faca ou um garfo, até misturar bem. Se eu tivesse tempo, colocaria no liquidificador, mas aí, é mais coisa pra lavar, esqueça.


Não se intimide com a aparência, estética é para os fracos!


Enquanto a gororoba vai pro microondas pela terceira vez, prepare as carnes, champignons e azeitonas. preparar é modo de dizer, basta jogar tudo noutra cumbuca resistente ao calor.


Depois que o groladão está pronto, esquente as carnes também no microondas e pronto! Misture tudo entre si e a pasta está pronta. Essa quantidade dá pra dois ruminantes. Comi uma parte e deixei outra porção pra amanhã. A quem quero enganar? Vou ver 24 Horas comendo meu segundo jantar.


Bom apetite!!! De nada, de nada. Lembre-se: essa é uma obra de ficção. Não me responsabilizo por desinterias, dores de barriga ou choque anafilático de quem for tolo o suficiente para seguir minhas dicas.

Exército de ents





Sábado passado plantei minha nova leva de mudas. Mais especificamente, jequitis, aquela árvore frondosa que dá umas sementinhas vermelhas, ideais como munição para baladeiras. Quando as mudas estiverem grandes, devo transplantá-las para um local definitivo na cidade, a sondar.
Ao lado, uma muda de ipê roxo que comprei de presente pra Raquel e em primeiro plano, um pedaço do ipê amarelo que mantenho na minha varanda, plantado num vaso. Arbustivo, ele basicamente, será um bonsai gigante. Vamos ver se isso funciona.