quinta-feira, novembro 18, 2010

Noite estrelada en NYC

Quarto dia em NYC, e fui abordado pela segunda vez na rua - fato raro na cidade - por pessoas que pergunttavam se eu não estava com frio. Está fazendo quinze graus, come on, folks, isso não é frio. Frio estaria se houvesse oitenta centímetros de neve na rua. Está bem agradável, estou me cuidando com muito suco de laranja e fora isso tudo, é bom um pouco de friagem pra me fazer esquecer do meu mormaço natal - que dura o ano todo. Portanto, frio é que é bom. Mais fotos:
Esqueci o nome desse prédio. Eu sei, eu sei, "que arquiteto fuleiro", vocês podem pensar, mas eu mereço sim. Pois bem, eles preservaram a casca do prédio antigo e por cima, fizeram essa jóia estrutural. É um edifício super novo, ainda dos anos 2000, e um primor arquitetônico.
 Tentamos conseguir ingressos pra ver a gravação do Late Show do David Letterman. Deixamos nossos nomes na lista - que seria submetida a um sorteio - e não deu certo. Bom, mas aí passamos na Hello Deli que fica do lado e tiramos uma foto com o Rupert. Fica pra próxima, portanto. Olha a fachada:
Eu e o Júnior, meu irmão, ficamos na Rua 43, esquina com Broadway. O Metrô é um espetáculo de logística e tudo se torna muito perto e tal. Depois do Late Show, andamos um pouquinho  - poucas quadras - e estávamos no MOMA. O Museu mereceria um cartapácio de longas páginas de papo, mas aqui vai uma pequena amostra do que eles tem por la:
Além desse original do Andy, olha só esse outro. Quase deu vontade de cair de joelhos e dar graças:
A turma toda estava lá: Matisse, Cezane, Picasso, Monet, Seraut, Pollock... Tirei varias fotos tanto das obras quanto do MOMA em si, este outro espetáculo. Um apuro, é difícil não continuar sem derramar adjetivos de deslumbramento. Mas o que posso fazer? Um maututo na capital do Império, imagino um palestino do século I visitando Roma pela primeira vez. Imagino o diálogo dele com a esposa, ao voltar: Hannah, esses romanos têm água em casa que chega por um tal de aqueduto! Não falta inventar mais nada!"
Seguindo as preciosas dicas do Manual do Mão de Vaca, decolamos um passeio de Ferry Boat até Staten Island, DE GRAÇA. A Barca é liberada, e passamos ao largo da Estátua. O Passeio chatíssimo pra pegar turista custava 20 dólares por cabeça. Economizamos uma boa grana, e ainda tiramos fotos como essas:
É muito assunto, e o lobby do hotel onde eu escrevo nos pede pra sair pois a essa hora, é a migração diária das baratas. Nos vemos amanhã!!

2 Comments:

Anonymous Edge said...

Lembrei agora. O Microsoft Surface usado no filme do 007 fica numa das lojas da at&t na Madison avenue ou park avenue. Se tiver por perto, e interessar, vai la e pede um demo :) Eh impressionante.

8:36 PM  
Anonymous Edge said...

Acho q aquele cowboy de cueca fica na 5a ave. No caminho. Distancia hein?:) hehe

8:37 PM  

Postar um comentário

<< Home